Cousas e Causos
 
quinta-feira, junho 29, 2006
O Príncipe e o Mendigo
Ontem conversei com um cara muito interessante. Faz o tipo intelectual. Gosta e sabe MUITO sobre o mesmo tipo de música que eu gosto. Faz Pós-Graduação. Aparentemente desimpedido (deu até um ?molinho?- para o qual me fiz de morta, obviamente). Mas... (tem sempre um ?mas?) vive do comércio informal, tem aquela cara de cachorro caído da mudança tão bem descrito no Mulheres com Legendas, que faz a gente se arrepender de ter olhado duas vezes. Fiquei com aquela impressão de que o mundo é feito de dois tipos de homens:

a) Aquele que te permite um padrão de vida mais, digamos, satisfatório, que paga a conta do restaurante, por exemplo. Em compensação ou é um troglodita semi-alfabetizado ou um canalha.

b) Aquele que é sensível, amável, companheiro (mesmo que isso signifique ficar em casa vendo futebol e querendo que vc se junte a ele). Em compensação, você sustenta o tipo, às vezes não só financeiramente, mas tem que sustentar emocionalmente também.

Eu tenho uma forte atração pelo tipo b. Fazer o que? Acho que ainda não nasceu o a/b.

Depois do comentário da Bárbara, sou obrigada a corrigir a última frase.
Talvez o a/b tenha nascido sim, mas só uma Mothern como a Bárbara, ou a Dinha, a Nonô, a Maria João e tantas outras (me desculpem as que eu não lembrei) poderão mantê-los assim. A geração da Sofia agradece.
Postado por Claudia @ 10:35 AM  
8 Comments:
  • At quinta-feira, junho 29, 2006 10:53:00 AM, Blogger Isabella said…

    Cláudia, acho que se nascesse o tipo a/b haveria vários divórcios imediatamente! Segura a franga aí, menina, você é uma senhora de família! hahaha! Beijo, querida!

     
  • At quinta-feira, junho 29, 2006 11:03:00 AM, Blogger Claudia said…

    Isa, não pude deixar de comentar seu comentário. Tava só viajando um pouco, afinal, tô casada, mas não tô morta né... hehehe
    Bjs

     
  • At quinta-feira, junho 29, 2006 11:29:00 AM, Anonymous bárbara (motherns) said…

    Pode deixar que eu vou treinar o Theo ser a/b, mas é pra Sofia, tá?!
    beijinhos

     
  • At quinta-feira, junho 29, 2006 5:46:00 PM, Anonymous Greice said…

    Cláudia, sinceramente, não sei se a genética permite essa mutação não. Nem sendo nossos próprios filhos. Acho que o negócio é se acostumar mesmo!

     
  • At sexta-feira, junho 30, 2006 4:57:00 PM, Blogger Denise Arcoverde said…

    Hahahahahahahahaha...

    "cachorro caído da mudança" é muito engraçado! fuja!!!

     
  • At terça-feira, julho 04, 2006 10:15:00 AM, Anonymous nono joris said…

    Claúdia,
    juro que me esforço todos os dias para ensinar o Joaquim a ser um homem sensível, mas audaz, corajoso e com iniciativa, racional e passional. Cruzes, não sei se isso vai dar certo, mas prometo que, no mínimo, ele vai baixar a tampa da privada e não vai deixar a toalha molhada no chão do quarto!
    Qto ao tipo A/B me confronto com estes dilemas muitas vezes. E como meu radar é afiado (custou caro, mas acho que consegui) mantenho uma distância saudável dos tipos sensíveis, queridos e mal de vida. Tô fora. Por favor, não me entenda como uma caçadora de dotes, tô bem longe disso. Mas me nego a sustentar marmanjo, não há retorno emocional que pague isso.
    Prefiro ficar sozinha, na boa.

     
  • At terça-feira, julho 04, 2006 5:44:00 PM, Anonymous Dinha said…

    OLha, devo confessar que, da minha parte, o esforço para que o Yuri e o Caio sejam a/b é imenso. Sempre vi a maternidade de meninos como uma imensa responsabilidade - estou criando pais e maridos de amanhã! Bjkas!
    Ah. E fantasiar é sempre ótimo, não? Estou contigo! + bjs!

     
  • At quarta-feira, julho 05, 2006 3:22:00 PM, Anonymous nono joris said…

    Olha Cláudia, eu acho que a gente sempre tem que tentar fazer as coisas funcionarem num nível aceitável, nem que pra isso tenha que fechar os olhos para algumas coisas de vez em quando. O problema é quando relevar começa a se tornar uma tortura, aí não tem mto jeito. Fui casada 9 anos com o pai do Joaquim. Fiz várias tentativas, mas chegou uma hora que só eu estava tentando. aí não deu e saí fora. é mto difícil, dói, mas, como toda ferida, uma hora pára de doer.

     
Postar um comentário
<< Home
 
Lilypie 5th Birthday Ticker

O que ando ouvindo:
  • as compilations dele :)
  • Eu

    Nome: Claudia
    Onde Moro: Brazil
    Saiba um pouco mais sobre mim

    Estamos também em
    Blogs que visito
    Sites que recomendo
    Posts Anteriores
    Arquivos
    Créditos
    Contato
    Template by

    Free Blogger Templates

    BLOGGER

    www.flickr.com
    This is a Flickr badge showing public photos from Claudia A. tagged with blog. Make your own badge here.